Coletânea ‘Duetos’, de Simone & Simaria, expõe lógica colaborativa do mercadão pop

Duetos, coletânea lançada pela dupla sertaneja Simone & Simaria neste fim de ano, é exemplo de como gravações viabilizadas com colaborações e convidados vem dando o tom no mainstream do universo pop brasileiro, juntando vozes e forças mercadológicas com a lógica calculista e estratégica do business.

Faz apenas cinco anos que as irmãs baianas Simone Mendes Rocha Diniz e Simaria Mendes Rocha Escrig deixaram a banda cearense Forró Muído em 2012 para investir no rentável mercado sertanejo como dupla. De lá para cá, Simone & Simaria ascenderam – beneficiadas pelo boom de vozes femininas no universo sertanejo evidenciado a partir de 2015 – e gravaram com vários nomes do mercadão pop nativo. A ponto de a compilação ora lançada pela gravadora Universal Music alinhar 12 encontros recentes da dupla.

O carro-chefe é Loka (Rafinha RSQ, Kayky Ventura, Simone e Simaria), música gravada pela dupla com Anitta e lançada como single em janeiro deste ano de 2017. A coletânea Duetos também rebobina fonogramas de Simone & Simaria com a dupla Bruno & Marrone (Te amo chega dá raiva, composição de Tierre de Araújo Paixão Costa), o cantor Naldo Benny (Embaçar o vidro, parceria de Simaria com Tierry), a cantora Roberta Miranda (São tantas coisas, música de autoria da própria Roberta) e o grupo Imaginasamba (Fica, parceria de Simaria com Dilauri e Zélia Santi), entre outros nomes de gerações e estilos distintos.

Fonte: https://g1.globo.com/